Fóssil (poema)

O poema “Fóssil” de Divanize Carbonieri faz parte de A ossatura do rinoceronte (Patuá, 2020), que pode ser adquirido aqui: https://www.editorapatua.com.br/produto/112588/a-ossatura-do-rinoceronte-de-divanize-carbonieri

 

***

 

FÓSSIL

 

o fóssil de mastodonte foi desenterrado ontem

os dentes parecendo montanhas de pedra

presas petrificadas despontando no pó

imenso esqueleto adormecido no mundo

a terra não esquece quem disputou sobre ela

mantém presos nas fornalhas de seu ventre

os restos dos magníficos mamutes gigantes

e dos sangrentos dentes-de-sabre andarilhos

manadas tombadas inteiras ou indivíduos

mortos em querelas ou confrontos fatais

ou ainda de doença pestilenta e mortífera

sacrificados todos ao bel-prazer do destino